Pensamentos


GN 2:24 Portanto deixará o homem o seu pai e a sua mãe, e apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma só carne.

Sou casado e amo minha esposa. Em nossa diferenças – ainda bem que elas existem – nos completamos e nos complementamos. Em nosso amor é gerado o equilíbrio, equilíbrio este que só é possível quando o fiel da balança é Deus. Nos tornamos uma só carne, conforem o texto. Então se sou um com minha esposa, significa que eu possuo o meu lado feminino. Ah, pensa besteira não. O que eu tô falando é que eu posso entender as necessidades, os anseios e compreender as características peculiares de minha esposa nesta condição de ser um com ela. Isto chama-se empatia. É, muitos casamentos acabam porque as pessoas vêem a união como Eu E Você. E, nesta condição, ao mínimo sinal de conflito, a equação é resolvida com a separação. Mas em Deus, podemos experimentar o casamento Eu + Você, onde o conflito torna-se um catalisador para unir e forjar ainda mais o caráter uno desta união. É claro, a minha esposa também possui o seu lado masculino. Inda bem.

Tony.

 

Anúncios

Jo 14:6  Jesus nos diz neste texto que Ele é O Caminho, A Verdade e A Vida.

 

Existem três pontos básicos que norteiam a vida do Homem, independente de ele ser cristão ou não: 

  • Um caminho a seguir
    1. O homem quer sabe de onde veio e para onde vai. Independentemente de estar certo ou errado, o homem traça uma linha para a condução de sua vida, um fio que baliza os seus passos em direção aos objetivos que busca alcançar.
  • Uma verdade para crer
    1. Este caminho estabelecido precisa necessariamente estar alicerçado em uma verdade, para que tenha uma razão de ser, para não ser vazio em si.
  • Vida plena e longa, viver para sempre
    1. Este caminhar debaixo de uma verdade deve gerar uma vida tranqüila, plena, abundante, longa e deixar um fruto, um legado.

 E o homem busca satisfazer a estas 3 necessidades.

 

Quando Jesus nos fala que Ele é O Caminho, A Verdade e a Vida, está nos mostrando que Nele nós podemos obter a satisfação para a nossa vida em todos os sentidos.

 

Viver em Jesus é: 

  • Ter um caminho a seguir
    • Um caminho que esclarece a nossa origem em Deus, norteia os limites do nosso caminhar e vislumbra um objetivo claro e perfeito para as nossas vidas. Um caminho onde não há erro ou arrependimento mas que, por ser gracioso, nos perdoa em nossos erros e nos leva ao  arrependimento, se nos mantivermos Nele, é claro.
  • Uma verdade para crer
    • A verdade deste caminho está explícita na vida do próprio Senhor Jesus que, para tornar-se o Caminho, trilhou o caminho tornando-o verdadeiro pela sua própria experiência e existência. Não há verdade fora de Jesus. Em Jesus a verdade é Absoluta, fora Dele ela é relativa, pois depende do pensamento, da cultura, dos costumes, dos pensamentos e correntes filosóficas, etc.
  • Vida plena e longa, viver para sempre
    • Com certeza, estando no caminho e sendo norteado pelas suas verdades, obteremos uma vida plena e longa. Não no sentido humano exclusivamente, mas alçada a um âmbito espiritual de eternidade onde obtemos a certeza de que seremos vitoriosos sobre a morte.
    • Vida plena é uma vida abundante em Deus e de Deus, onde as revelações de Deus nos colocam em um nível mais elevado de experiência com a própria vida.

Jesus é a rocha mas a palavra nos diz em I Pe 2:5 que nós também somos pedras vivas.

Desta forma, edificados como casa espiritual para sermos sacerdócio santo, devemos estar postos como pedras sobre o caminho para que nossas vidas sejam usadas para levar outros Ao Caminho.

 

Tony.

Duas  senhoras distintas se encontram após um bom tempo sem se verem. Uma pergunta à outra:
– Como vão seus dois filhos… a Rosa e o Francisco?
– Ah! querida… a Rosa casou-se muito bem. Tem um marido maravilhoso. É ele que levanta de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, faz o café da manhã, lava as louças e ajuda na faxina. Só depois é que sai para trabalhar. Um amor de genro! Benção de Deus!
– Que bom, hein, amiga?! E o seu filho, o Francisco? Casou também?
– Casou sim, querida. Mas tadinho dele, deu azar demais. Casou-se muito mal… Imagina que ele tem que levantar de madrugada para trocar as fraldas do meu netinho, fazer o café da manhã, lavar a louça e ainda tem que ajudar na faxina! E depois de tudo isso ainda sai para trabalhar, para sustentar a preguiçosa da minha nora.

Vi lá -> http://coruja.updateordie.com/

Impressionante como o Homem sempre busca o conveniente. Mas o piór é quando este conveniente refere-se a Deus.

As conclusões são de sua inteira responsabilidade. Ou não.

Tony.