Além do ponto crítico

“Disse-vos estas coisas para que em mim tenhais paz. No mundo tereis aflições. Mas tende bom ânimo! Pois eu venci o mundo.” João 16:33

“No mundo tereis aflições”

Jesus jamais nos enganou acerca disso. Ele nos disse claramente. A palavra grega para “Tribulação” é “pressão”. Todos nos conhecemos a pressão. Conhecemos a pressão de termos demais para fazer e pouco tempo em fazê-lo, a pressão de nos conformar a modos de vida que nos repelem, a pressão de preencher a imagem que outros fazem de nós, a pressão de ceder às amolações da vida, e a pressão de comprometer nossa confiança em Cristo.

H. G. Wells escreveu em sua autobiografia: “A maioria das criaturas, desde o início da vida, tem lutado com isso… Têm tido de reagir ao antagonismo inquietante de suas circunstâncias. “Sabemos o que ele quer dizer. As pressões das circunstâncias materiais, da oposição, do antagonismo e da perseguição são conhecidas de todo aquele que ousa ser sensível e defender qualquer coisa digna. Mas as vezes é grande demais para nós, e entramos em colapso. A pressão da vida é grande de mais e não suportamos a tensão. Mas não fomos feitos com a finalidade de suportar sozinhos a pressão. Quando nos encontramos sob a pressão do amor de Cristo, podemos suportar a pressão do mundo.

Jesus diz aos perturbados e perseguidos, que conhece sua tribulação e pobreza. Então as palavras que fazem toda a diferença. Eram ricos. Eram ricos além dos padrões e valores humanos. Sua riqueza se encontrava em Cristo, em seu amor e poder, e em seu chamado e posição em Deus como povo amado. Em nós também!

Quando Cristo vive em nós, não precisamos desfazer-nos em ira, hostilidade, fraqueza ou enfermidade. Mas lembre-se: nossa vitória será a vitória dele em nós.

“Em Cristo podemos passar do ponto crítico sem quebrar-mos.”