Retiro dos Jovens em Camboriú

Quando chegamos lá no Hotel Fazenda onde seria o retiro já ficamos impactados com a beleza do lugar. Não só a beleza da estrutura física, mas a beleza do céu totalmente estrelado, das paisagens magníficas e das pessoas amorosas e cheias de expectativa pelo que iria acontecer naquele final de semana.

Como Deus é um pai amoroso e provedor, não? Este seria o 1º retiro de jovens dos amados irmãos de Blumenau e Camboriú e, para este momento especial, Deus prepara um local super especial.

E, realmente, sentimos a presença de Deus se manifestando naquele lugar de uma forma quase que palpável. Ver aqueles jovens adorando, se prostrando, chorando, entregando-se ao Senhor, foi uma experiência única. Ver o sorriso naqueles rostos misturado com as lágrimas me emocionou e me levou a adorar com mais intensidade ainda ao Senhor, pois eu tinha certeza que, naquele exato momento, o Senhor estava sendo atraído pelo coração de adorador daqueles jovens. Foi uma festa e Deus veio se alegrar conosco. A Bíblia nos fala do pai que prepara uma festa para o filho pródigo que retorna ao lar e, nesta festa, este pai não fica sentado. Ele vem e tem com o filho, e se alegra com o filho. O pai diz: “Alegremo-nos.”

Deus nos diz: “Alegremo-nos.”

Deus se achega daqueles que o buscam através do seu Filho Jesus.

Alguns rostos e semblantes ficaram e ficarão gravados em minha memória e vou levar isto comigo para sempre.

Dentre os muitos momentos inesquecíveis, aquele que mais me tocou foi quando ministramos a música Deus Planejou do irmão Tirso Mello. Esta letra nos fala a respeito do plano de Deus para nós como família, como nação escolhida, como povo Santo, como raça eleita.

As lágrimas quase me impediram de cantar e, naquel exato momento, me senti muito feliz por estar ali com aqueles irmãos, com a Raquel e com o Nícolas, que é um presente maravilhoso de Deus para nós. Senti o que significa ser uma família, ser um povo chamado por um único nome: CRISTÃOS.

Certo irmã Maria… ou melhor Lourdes… Maria de Lourdes.

“Desejamos a Tua presença

E o fogo do Teu Santo Espírito

Desejamos tocar tua Glória

Declaramos a Tua vitória!”

(Davi Silva)

Obrigado Pai, pela Tua presença em nosso meio.

Como o lugar era maravilhoso, aproveitamos a tarde de sábado, que era livre, para desfrutarmos do que a fazenda nos proporcionava. Os jovens não largaram os cavalos.

Para não ficarmos atrás, eu, o Papi e o Diógenes demonstramos nossos dotes de cavaleiros.