Não Há Nada que Possamos Fazer?

“Assim, pois, amados meus, como sempre obedecestes, … desenvolvei a vossa salvação com temor e tremor; porque Deus é quem efetua em vós tanto o querer como o realizar, segundo a Sua boa vontade. Fl 2:12-13.”

Falando com franqueza, nada há que possamos fazer para purificar nosso coração. Esse é um trabalho de Deus. Ele é quem pode limpar, é o grande purificador. É o Seu poder que nos dá um novo coração, novo entendimento e uma nova perspectiva da vida. Tudo que podemos fazer é aceitar a dádiva divina. Mas essa aceitação é importantíssima. Deus não força a Sua salvação sobre ninguém.

Entretanto, uma vez que Deus nos transformou em novas criaturas, com novos valores, existe algo que podemos fazer à medida que Ele progressivamente procura purificar nossa vida. Podemos cooperar com Ele. Como Paulo colocou tão bem no texto para a leitura de hoje, Deus opera em nosso interior, através do poder do Espírito Santo, para de maneira progressiva purificar nossa vida diária, a fim de que nossos atos combinem com nosso novo coração. Nós “operamos” nossa salvação através do poder dinâmico de Deus.

Algumas pessoas parecem ter a idéia de que todas as obras são erradas. Isso é verdade se estamos tentando nos tornar salvos. A Bíblia é contra qualquer tentativa de ganhar a salvação – ela é dádiva de Deus.

Mas, uma vez que a pessoa é salva em Jesus, ela vai de maneira natural e alegre desejar viver sua nova vida em harmonia com os princípios de Deus. A pureza de coração levará a pessoa a desejar pureza em tudo o que fizer.

Por isso, Paulo pôde falar da “fé que atua pelo amor”. Gálatas 5:6. Ele elogia “a operosidade da… fé, [e a] abnegação do… amor” dos tessalonicenses. I Tessalonicenses 1:3. E parte da sua tarefa era chamar os gentios à “obediência por fé”. Romanos 1:5; 16:26.

Talvez a ilustração mais clara de Paulo da seqüência da salvação, se encontra em Efésios 2:8-10: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus. … Pois somos feitura dEle, criados em Cristo Jesus para boas obras, as quais Deus de antemão preparou para que andássemos nelas.”

A pureza de coração leva naturalmente à pureza de vida.

Pr. Norberto Carlos Marquardt (IEV)